quinta-feira, 12 de março de 2020

SEDE MOURISCO MAR


De acordo com seu plano de expansão, o BOTAFOGO tem agora, em rápido andamento, a construção da nova sede no Mourisco.

Essa nova sede, das mais modernas, denominada MOURISCO-MAR, não trará nenhum ônus para o clube, eis que esta sendo inteiramente financiada por uma empresa comercial, que terá em troca o direito de explorar durante quinze anos um posto de gasolina no local (Posto MANEQUINHO).
Aprovada pelo Voto unânime do Conselho Deliberativo do BOTAFOGO, a sua construção já. vai bem adiantada, da qual constará de uma piscina suspensa, com as dimensões oficiais de cincoenta metros por vinte e cinco, um restaurante de luxo, de interesse turístico, um bar, "playground" e garagem para barcos e lanchas, além de embelezar a paisagem local, proporcionando um nôvo centro de recreação e divertimento para os sócios.
Na parte da frente, completamente isolado das dependências sociais, ficará, então, o pôsto de gasolina, com dez bombas, não sendo, porém, permitido boxes para lavagem e lubrificação. Êsse pôsto: será explorado pela ESSO BRASILEIRA DE PETRÓLEO, durante quinze anos, mediante ainda o pagamento mensal de dez salários mínimos, o qual, depois dêste período, reverterá ao BOTAFOGO. Tôda a construção da nova sede esta hoje orçada em mais de dois milhões de cruzeiros novos e, como dissemos, totalmente financiada pela ESSO, iniciativa inédita no Brasil.
A MOURISCO-MAR não só enriquecerá consideravelmente o patrimônio do clube, como dará ao BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS uma grande fonte de receita com a exploração dos 150 boxes da garagem para 'barcos e lanchas, hoje grandemente valorizados naquela orla marítima da Guanabara, sem considerar ainda o bar e o restaurante.
Ao ensejo da conclusão das fundações da futura sede, a CONSTRUTORA FARMO LTDA. ofereceu recentemente um churrasco, no canteiro das obras, com a presença de grande número de convidados.
Como se verifica, a nova sede será, muito em breve, um enorme empreendimento do BOTAFOGO, que, assim, ficara em ótimas condições para recuperar inteiramente a sua situação financeira.

Fonte: Boletim do Botafogo no 220 de novembro de 1969
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-
RESOLVIDO O TERRENO DO MOURISCO - MAR

Despacho definitivo que autoriza a cessão, aforamento, do terreno do Mourisco-Mar assunto há muito nessa dependência:

SECRETARIA GERAL
PORTARIA NF 224, DE 27 DE JUNHO DE 1984

Autoriza a cessão, sob o regime de aforamento, do terreno que menciona, situado na Cidade e Estado do Rio de Janeiro.

O SECRETÁRIO-GERAL DO MINISTÉRIO DA FAZENDA, usando, nos termos do Decreto no 83.843, de 14 de agosto de 1979 -  da competência que lhe foi subdelegada pela Portaria no 160, de 28 de fevereiro de 1930 - do Ministro da Fazenda e tendo em vista o disposto nos artigos 1o  e 2o  do Decreto-lei n.° 378, de 16 de fevereiro de 1967, RESOLVE:

Art. 1o  - Fica o Serviço do Patrimônio da União autorizado a promover a cessão, sob o regime de aforamento, ao Botafogo de Futebol e Regatas, do terreno de acrescidos de marinha, com a área de 5.470,90 m2 (cinco mil quatrocentos e setenta metros quadrados), situado na confluência das Avenidas Nações Unidas e Pasteur, Município e Estado do Rio de Janeiro, de acordo com os elementos constantes do processo protocolizado no Ministério da Fazenda, sob o n.° 0768-37.727, de 1976.

Art. 2o - O terreno a que se refere o artigo 1o  destina-se à, implementação das atividades sociais e desportivas do cessionário, podendo, para consecução dessa finalidade, ser dado em hipoteca alienado ou arrendado até 80% (oitenta por cento) de seu domínio útil, inclusive benfeitorias a ele eventualmente aderidas.

Art. 3o  - Fica o cessionário isento do pagamento do preço correspondente ao valor do domínio útil do terreno e dos respectivos foros, enquanto lhe estiver o mesmo aforado, bem como dos Iaudêmios, nas transferências que vier a efetuar.

Art. 4o  - A cessão tornar-se-á nula, independentemente de ato especial, sem direito o cessionário a qualquer indenização, inclusive por benfeitorias realizadas, se ao terreno vier a ser dada destinação diversa da prevista no artigo 2o desta Portaria ou ainda, se ocorrer inadimplemento de cláusula do contrato, a lavrar-se em livro próprio do Serviço do Patrimônio da União.

Art. 5o - À presente Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
(Of. No  162/84)

MAILSON FERREIRA DA NÓBREGA
Diário Oficial, de 29/6/84) 

O terreno onde fica situada a nossa piscina olímpica, apesar de já  estar de posse e uso do Botafogo ha cerca de 16 (dezesseis) anos, não possuía, por incrível que pareça, a indispensável “carta de aforamento" agora legalizada.
Estamos convencidos que a construção e funcionamento da marina, será, a médio
e longo prazo, a redenção do Botafogo. Sem dúvida, pela viabilidade do projeto e o local privilegiado em que a nossa testada marítima está situada a rentabilidade e o empreendimento é, praticamente, certa e altamente rendosa.


Fonte: Boletim do Botafogo no 244 de novembro de 1984
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-
PARA A HISTÓRIA DO BOTAFOGO

UM AGRADECIMENTO TODO ESPECIAL AO EX-MINISTRO DA MARINHA, ALMIRANTE MAXIMIANO DA FONSECA

Como já informamos o terreno onde fica a nossa piscina olímpica ou melhor o Mourisco-Mar, apesar de já estar de posse e uso do Botafogo há 16 anos, esse terreno não possuía até hoje a necessária "carta de aforamento", o que impossibilitava o Clube de fazer ali qualquer melhoria ou construir sua Marina, a tanto desejada. Só agora, na atual diretoria, é que o assunto foi devidamente resolvido, conforme resolução publicada em outro local desta Revista.
A título de história e reconhecimento de todos os botafoguenses, vamos transcrever todo o expediente havido a respeito, onde se pode constatar a melhor boa vontade por parte do Ex-Ministro da Marinha, Almirante Maximiano da Fonseca, comunicando-se, inclusive, diretamente com o presidente Maninho, dando ciência das providências, imediatas tomadas sobre o assunto, que culminaram com o despacho exarado no processo, deferindo o nosso pedido.
Assim, no inicio do ano, precisamente no dia 28 de fevereiro deste ano, o presidente do Clube entendeu-se, em Brasília, com o Ministro da Marinha, nos -seguintes termos:
"O Botafogo de Futebol e Regatas projeta construir uma marina no local onde se encontra situada a sua piscina olímpica no chamado "Mourisco-Mar".
Esse projeto considerado por técnicos idôneos como perfeitamente exeqüível, alem de representar uma obra de maior valia para o Clube, beneficiará, em local apropriado (na Enseada de Botafogo), toda a comunidade de desportistas e homens do mar que são proprietários de embarcações de pequeno porte, e que hoje vêem, no cais do Iate Clube do Rio de Janeiro, um local congestionado e até certo ponto defasado em termos de tecnologia. moderna.
Para a execução desse projeto o BFR já se dirigiu à, Capitania dos Portos do Rio de Janeiro, dai resultando o documento anexo por cópia.
Mas no Serviço do Patrimônio da União (SPU) - pois se trata de terreno da marinha - e apesar da boa vontade de seu digno Diretor, Dr. José Alfredo Nunes de Azevedo a respectiva "carta de aforamento” (Proc. SPU n.° 47.727/76) vem sofrendo entraves de ordem burocrática.
O BFR, confiante e respeitosamente, solicita, espera e agradece uma possível atuação do Almirante Maximiano da Fonseca junto à Capitania dos Portos e ao Serviço de Patrimônio da União a fim de conseguir o seu intento.

 -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

Pois bem, logo no dia seguinte, o presidente do Botafogo recebia de Brasília, do próprio Ministro Maximiano Eduardo da Silva Fonseca, o seguinte cartão a ele endereçado nominalmente: “Conforme prometi, junto a cópia da carta que enviei hoje ao Diretor do Serviço do Patrimônio da União. Cordialmente. Maximiano Eduardo da Silva Fonseca - Ministro da Marinha.”

A carta mencionada pelo ministro da Marinha está assim vasada:
Ilmo. Sr.
Dr. JOSE ALFREDO NUNES DE AZEVEDO
MD. Diretor do Serviço do Patrimônio da União
Ar. Presidente Antônio Carlos 375, 5o  andar - Castelo
20.020 - Rio de Janeiro - RJ

Como é do conhecimento de V. Sa. encontra-se no Serviço do Patrimônio da União um pedido do BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS, de aforamento de terreno de Marinha, processo SPU no 37.727/76, para construção de uma marina.
A Capitania dos Portos do Estado do Rio de Janeiro, pelo Ofício no 3.185 de 12 de agosto de 1983, cuja cópia segue anexa, já deu, no que diz respeito aos interesses da Marinha, parecer favorável à execução do projeto em questão estando o mesmo na dependência da concessão pelo SPU do aforamento pretendido.
Levo ao conhecimento de V. Sa. que a Marinha não se limita apenas a dar um parecer favorável para a execução do referido projeto, pois, na realidade tem grande interesse no mesmo, uma vez que ele contribui, sem dúvida, para o desenvolvimento de nossos esportes náuticos que, como é sabido, constitui um fator da mais alta importância para desenvolvimento da mentalidade marítima de nosso povo especialmente de nossa mocidade, portanto, do fortalecimento do nosso Poder Marítimo.
Tendo em vista o exposto acima, solicito a. V. Sa. um interesse especial para um despacho favorável do aforamento pretendido pelo Botafogo de Futebol e Regatas.

                                                     Muito cordialmente,

                                 MAXIMIANO EDUARDO DA SILVA FONSECA
                                                    Ministro da Marinha

-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

Como se verifica, muito contribuiu para solução desse nosso problema, de tantos anos, o ex-Ministro da Marinha, a quem o Botafogo fica muito agradecido pela sua atenção toda especial dispensada para a concessão da "carta de aforamento" do terreno do Mourisco-Mar.

Fonte: Boletim do Botafogo no 244 de novembro de 1994
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-









Ex-nadador Alexandre Popov posa com a camisa do Botafogo

Entrada da piscina olímpica

Sala de musculação

Rampas de acesso para a piscina olimpica


Matheus Santana

Fora das piscinas, Matheus Santana chama atenção pelo físico. Aos 16 anos, o garoto impressiona pelo corpo forte, de 83 kg, e 1,88m de altura, embora diabético. Dentro da água, o nadador do Botafogo se transforma numa das principais apostas da natação brasileira para a Rio-2016. Especialista nas provas dos 50m e 100m livre, o que lhe rendeu o apelido de novo Cielo, Matheus sonha, de braçada em braçada, garantir vaga nas Olimpíadas.

— Por enquanto, a Rio-2016 é só um sonho. Vou ter que correr atrás para chegar lá. Meu objetivo é continuar melhorando meu rendimento e chegando no topo dos campeonatos brasileiros — diz o jovem.

Do primeiro pódio, em 2009, aos mais recentes, Matheus Santana vem mostrando uma evolução digna de um futuro campeão olímpico. Há dez dias, no Troféu Chico Piscina, o atleta não só venceu os 50m livre com 23s01 e os 100m livre com 51s26, como bateu seus recordes pessoais e os da competição. Na prova mais curta, Matheus superou Cesar Cielo, que era dono do melhor tempo (23s29) desde 2003.

São os resultados expressivos que fazem o atleta do Botafogo ser constantemente comparado ao astro da natação brasileira, apesar das trajetórias diferentes. Matheus começou a praticar o esporte aos 5 anos por recomendação médica, a fim de aliviar a congestão nasal que o incomodava nas mudanças de tempo. Aos 8, o menino descobriu ser diabético, depois de sentir tonturas durantes os treinos e chegar a ter um apagão. Hoje, a doença já não o atrapalha mais na piscina, embora o obrigue a fazer quatro aplicações diárias de insulina e uma visita ao Hospital Geral de Bonsucesso a cada três meses para exames.

— Em comum com o Cielo, só tenho as provas. Não levo a comparação muito a sério. Não penso em ser o novo Cielo, quero ser o Matheus Santana — afirma, categórico, o nadador, cujos ídolos são Alexander Popov, Michael Phelps e Ian Thorpe.
O nadador ganha 'empurrãozinho' dos amigos na piscina

O nadador ganha 'empurrãozinho' dos amigos na piscina 
Foto: Nina Lima / Extra / Agência O Globo

Convite para treinar no exterior


Em janeiro de 2013, Matheus Santana pode passar três semanas treinando na Suíça com o ex-técnico de Popov, Guennadi Tourestky. O convite veio em março, quando o russo se impressionou com o nadador durante o Multinations, na Grécia. Na ocasião, o garoto bateu o recorde do torneio nos 100m livre com 51s63. O Botafogo ainda busca patrocínios para viabilizar a viagem.
É com a mesma naturalidade com que cai na água que o carioca encara a pressão de ser uma promessa. Tranquilo, ele conta que nunca fica nervoso antes de competir.

— Ele é tão relaxado que até deu uma cochiladinha sentado no banco enquanto esperava a final dos 100m no Chico Piscina. Um outro menino que o acordou — entrega o técnico Rodrigo Roque.

— A única coisa que me deixa ansioso é prova de matemática! — admite Matheus, aluno do segundo ano do ensino médio.

Fonte: Extra / Agência O Globo
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

O Mourisco-Mar abriga as equipes de natação e pólo aquático, assumindo assim a tarefa de representar o Botafogo de Futebol e Regatas nas competições dessas modalidades. O Botafogo, sendo uma marca secular e com grande tradição no esporte, foi o clube fundador, em 1887, da Federação Metropolitana de Natação, hoje Federação Aquática do Estado do Rio de Janeiro (FARJ). O Alvinegro foi e continua sendo berço e celeiro de grandes atletas aquáticos. O clube já foi hexacampeão do Troféu Eficiência da modalidade. Com os trabalhos nas raias do Mourisco-Mar, grandes atletas continuam sendo revelados, enquanto nadadores experientes do Master também fazem parte da equipe gloriosa. Atualmente, as equipes são comandadas pelo Diretor de Esportes Aquáticos Luiz Cláudio Fetterman Guimarães (Ique) e pelo Diretor de Natação Rodrigo Pian.

Principais conquistas
Campeonatos Estaduais

+ Bi-Campeão Estadual Adulto - 2005/2006
+ Bi-Campeão Estadual Junior - 2005/2006
+ Tri-Campeão Estadual Juvenil - 2003/2004/2005
+ Tetra-Campeão Estadual Infantil - 2002/2003/2004/2005
+ 3° Lugar no Estadual Sênior - 2010
+ Campeão Estadual Petiz - 2006
+ Campeão Estadual Juvenil - 2010
+ Vice-Campeão Estadual Infantil – 2010
+ Vice-Campeão Estadual Júnior - 2010
+ Campeão Estadual Sênior de Verão 2015

+ Campeão Estadual Master 2015
+ Campeão Estadual Master 2016

Campeonatos Brasileiros

+ Campeão da Copa Sudeste Infanto-Juvenil - 2010
+ 3° Lugar no Campenato Brasileiro Juvenil - 2010
+ 3º Lugar no Campeonato Brasileiro Infantil - 2010
+ 5º Lugar no Ranking Brasileiro de Clubes – 2010

Outros:

+ Campeão Sul-Americano Juvenil com a atleta Larissa Simões representando o Brasil - 2011

+ Vice-Campeão Brasileiro Master 2016

Fonte: Site Oficial do Botafogo F.R.
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-



Nenhum comentário:

Postar um comentário