sábado, 18 de julho de 2020

NOTICIAS DA SEMANA



 Ontem, dia 17 de julho vi na internet e posteriormente na tv que o Flamengo fechou uma parceria com o Sesc e vai ter o técnico Bernardinho no comando de seu time feminino principal.  Ainda não absorvi totalmente essa noticia. Não sei se estou sentindo raiva, incredulidade ou decepção. Todos sabem que Bernardinho é botafoguense assumido e lamentavelmente com toda certeza o veremos ser campeão no nosso maior rival.  Mas deixando sentimentos de lado vamos analisar friamente a questão. Esse acerto foi em razão somente financeira pois o flamengo tem caixa no momento para bancar tal acordo ou foi também pela visão dos dirigentes rubro negros que enxergando alem do presente momento viram que essa parceria dará muitos mas muitos frutos principalmente em marketing.  Fico pensando comigo: e o Botafogo por que não se movimentou para trazer o botafoguense Bernardinho para defender as cores do clube que ele publicamente já por diversas vezes se disse torcedor? incompetência? amadorismo? falta de visão do futuro? desinteresse  pois só foca no futebol? Creio que uma junção de tudo. Não se pode trabalhar apenas quando se tem dinheiro em caixa pois a falta dele é que revela o verdadeiro empreendedor, arrojado, visionista. Que o Botafogo atravessa uma enorme e série crise financeira que se arrasta há longos anos é de conhecimento geral  mas o nome, a história, o carisma, a competência do Bernardinho são fatores fundamentais e decisivos para se conseguir patrocínio e bancar um projeto desse.  Será que o Botafogo tem no seu setor de marketing pessoas preparadas com conhecimento, arrojo, dinamismo, disposição para desenvolver um projeto como esse que o Flamengo está fazendo? Trabalhei durante muitos anos no Botafogo como assessor da diretoria, diretor e depois funcionário em todos os departamentos exceto o de futebol. Vi e acompanhei de perto inúmeros vice presidentes e diretores dos mais diferentes setores e departamentos mas nenhum deles exige o conhecimento, a competência, o arrojo e visão de futuro como o de Marketing. E tem que ser gente do ramo. Não adiante colocar nesse cargo alguém que não conheça totalmente a área por mais bem intencionado e dedicado que possa ser.  Eu creio que é exatamente isso que está faltando ao Botafogo não só nessa área  mas como num todo.  Estão todos presos ao presente imediatista. Estão fixado pelo projeto S/A. Também espero e muito que dê certo e tire o Botafogo dessa situação mas até hoje não ouvi nem vi ninguém mencionar um plano B, ou seja, caso a S/A não decole, ( e antes que digam que estou torcendo contra esclareço que é justamente o contrário) o que torço e muito para que se concretize, quais são os planos do clube diante dessa possibilidade? Sei perfeitamente que o futebol é o carro chefe de todos os clubes mas não podemos ignorar as outras áreas que também dão visibilidade e marketing.  Exemplo do basquete no momento.  Com o time montado pelo nosso ex jogador Léo Figueiró, o Botafogo mesmo sem caixa conseguiu patrocínio para montar uma excelente equipe e que   conseguiu vaga para disputar a Liga Sul Americana e isso foi notícia em vários programas esportivos e os jogos além de televisionados lotaram o ginásio Oscar Zelaya provando que a torcida também comparece e incentiva e muito outros esportes.  Agora quanto ao Bernardinho só nos resta lamentar e torcer por ele mesmo estando defendendo as cores do nosso arquirrival.

Retificação comentário acima. Para completar a informação e fazer justiça a quem merece o Vice-Presidente de Esportes Gerais sr. Alexandre Brito e o Diretor de Esportes Gerais sr. Gláucio Cruz se mobilizaram e tornaram viável a formação do atual time de basquete comandada pelo Léo Figueiró. Mesmo numa época de crise financeira fica o exemplo de que com esforço, dedicação e ousadia se pode montar um bom projeto. Eles conseguiram um patrocínio da TIM.

Angelo Antonio Seraphini -  20/07/2020 - Criador do blog
O Botafogo vem investindo para ter uma equipe forte para a sequência da temporada. Após o japonês Honda, o marfinense Kalou foi confirmado para o Campeonato Brasileiro.

Com a chegada dos reforços internacionais, o número de sócios-torcedores vem crescendo. Atualmente, o Botafogo ultrapassou a marca de 31.000.

O presidente Nelson Mufarrej exaltou a mobilização dos alvinegros.


"A equipe do programa de sócio-torcedor tem buscado atrair novos associados e a campanha do mutirão está apresentando resultados interessantes. Estamos em uma espiral positiva desde o anúncio do Salomon Kalou, e a mobilização em prol de novos sócios é muito importante. É uma fonte de receita fundamental e todos têm trabalhado para continuar com essa crescente nos números", disse ao Globoesporte.com.
O meia Bruno Nazário foi outro que rasgou elogios a torcida pela marca de sócios-torcedores.

"É muito legal. A gente vem passando por um momento tão difícil, os torcedores ajudando os funcionários com a dificuldade que estamos passando. Parabéns a todos, a gente tem que crescer cada dia mais. Tenho certeza que vai dar tudo certo", declarou.


O Botafogo vem treinando sob o comando do técnico Paulo Autuori visando início do Campeonato Brasileiro. A estreia alvinegra será contra o Bahia, no Nilton Santos

Fonte: Gazeta Esportiva do dia 21/07/2020

Essa situação em relação ao numero de sócios torcedores é semelhante a maré dos oceanos, ele vai e volta pois está ligada diretamente a performance do time de futebol. Quando êle vai bem, aumenta o numero de sócio torcedores, quando vai mal diminui. TRabalhei durante muitos anos no Botafogo FR em todos os departamentos com exceção do futebol e pude ver e sentir de perto a verdadeira relação sócio/clube.  Sei perfeitamente que o futebol é o carro chefe dos clubes mas o sócio contribuinte aquele que frequenta e usufrui daquilo que o clube oferece é totalmente diferente da relação com o sócio torcedor. O sócio real do clube, contribuinte, proprietário, emérito etc.. etc.. é quem tem a relação verdadeira não importando na maioria do caso se o futebol vai bem ou não. Essa outra categoria de sócio aprecia tb outros esportes como voley, basquete, natação, polo aquático etc... É nessa fatia que os clubes, na minha humilde opinião, deveriam investir pesado e assim ter uma fonte de receita firme e fixa sem oscilações de acordo com a maré. Muitos clubes de futebol pelo Brasil não tem um time de futebol de expressão mas possuem um quadro social muito superior a muitos grandes clubes. Mas infelizmente a mentalidade dos nossos dirigentes parace estar fixa e direcionada apenas e tão somente para o futebol. Vamos esperar e torcer para que esse quadro mude e póssamos ter um clube forte em todas as áreas não apenas no futebol.

Angelo Antonio Seraphini, 21/07/2020 - Criador do blog

TIM redireciona verba para projetos de cultura, e basquete do Botafogo corre risco de acabar.

Forte baque no basquete do Botafogo. O contrato com a TIM, que gerava mais de R$ 3 milhões por ano ao basquete, mudou por decisão da empresa após a renovação e os valores passarão a ser repassados a projetos de cultura. Campeão sul-americano e com bons resultados, o basquete alvinegro pode ser interrompido. A informação é do site “Globoesporte.com”.
O basquete custa mais de R$ 4 milhões ao ano, valor que era coberto pelo patrocínio da TIM e parceria com a Ambev. O contrato com a empresa de telefonia era via lei de incentivo.
Com o novo formato, o Botafogo não poderá investir mais a verba de TIM em esportes. Havia uma corrente interna que defendia que o dinheiro deveria ir para o futebol, uma vez que o patrocínio era no número da camisa do time profissional, ou para a base.
Com a crise, o vice-presidente de esportes olímpicos, Alexandre Brito, e o diretor de esportes, Gláucio Cruz, se desligaram de seus cargos na última semana. O ala Cauê Borges está de saída para o Paulistano.
Fonte: Site FogãoNet
Infelizmente essa é a triste e lamentávelo situação do nosso querido fogão. Já conseguiram acabar com a equipe de voley masculino adulta e agora parece vão conseguir extinguir esse grande projeto que depois de longos anos elevou o basquete do Botafogo a nível nacional e internacional. Parabéns a diretoria do clube que a cada dia que passa prova sua total e completa incapacidade de gerir e administrar um grande clube.
PS: O ultimo que sair apague a luz.
Angelo Antonio Seraphini 29/07/2020 - Criador do blog

-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-


Leandrinho alega atrasos salariais e vai à Justiça do Trabalho para tentar rescisão com Botafogo

Valor da causa ultrapassa um milhão de reais, e clube tem cinco dias para se manifestar
O meia Leandrinho entrou com um processo na Justiça do Trabalho para conseguir a rescisão de contrato com o Botafogo. O jogador de 23 anos alega atrasos salariais referentes aos meses de novembro e dezembro de 2019 e parte de março, abril, maio e junho de 2020, além de 13º e férias do ano passado.


A informação foi inicialmente publicada pelo site "Fogo na Rede". O valor da causa ultrapassa um milhão de reais. O clube foi intimado a se manifestar em até cinco dias. Veja abaixo o despacho do juiz Robert de Assunção Aguiar.
Leandrinho tem 47 jogos e 15 gols com a camisa do Botafogo entre 2016 e 2020. Nesta temporada, o meia só participou de uma partida. Após duas temporadas sem grande destaque no Botafogo devido a uma sequência de lesões, ele deu a volta por cima no Sport e bateu seu recorde de partidas em uma temporada: jogou 38 vezes em 2019, marcando três gols.
O rendimento o fez voltar ao Bota, com quem tem contrato até o fim do ano. Mas, mesmo antes da pandemia do novo coronavírus, o jogador passou a treinar separadamente do elenco e não estava nos planos do clube para o restante da temporada.


Fonte: Globo.com 10/07/2020

Tudo bem que ele já estava fora dos planos para a próxima temporada mas é mais um exemplo da administração caótica que vem sendo feita no nosso glorioso. Esperamos que não venha a ser o início de outras ações do tipo mas ganhando a causa o valor que ele terá direito só vai aumentar o déficit financeiro da já combalida situação financeira do clube.

Angelo Antonio Seraphini 29/07/2020 - Criador do blog
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-
O comentário da semana  não poderia ser outro e trata do fim do basquete adulto masculino do Botafogo FR. Projeto corajoso e vitorioso que chega ao fim de maneira abrupta e precoce do mesmo modo como foi com o voley masculino adulto no inicio do ano. Não consigo me conformar com a incapacidade total das pessoas que "dirigem" o clube, sua total falta de comprometimento com as tradições e a história do Botafogo FR. Parece que estão ali para "passar tempo" como uma ida ao cinema, a praia etc... Segundo a limitadíssima visão dessas pessoas, parece só existir o futebol com se ele fosse capaz de gerir toda a gloria e renome do clube. A dívida só aumenta e agora, provavelmente com essas dispensas haverá mais ações trabalhista para que seus direitos sejam honrados mas não existe essa preocupação pois como todos sabem há décadas que esse tipo de atitude vem sendo adotada e vai explodir numa outra gestão e a atual diretoria ao término de seu mandato vai sair lisa, leve e solta legando mais dividas e situações desesperadoras para o já combalido passivo do clube. O tempo nos ensina muita coisa mas a essa casta de "dirigentes" não aprende ou não faz questão de aprender com as atitudes erradas de gestões passadas. Eleições se aproximam e vamos começar a ouvir aquela lenga lenga de todo "politico em época de eleição". Promessas, promessas e mais promessas que ao serem eleitos simplesmente vão cair no mar do esquecimento e tudo volta a dantes no quartel de Abrantes. Ou os verdadeiros botafoguenses, aqueles que amam o Clube, sua história, seu passado se levantem e se unem em prol de uma solução benefica para toda essa balbúrdia administrativa ou em breve (torço para estar redondamente errado) veremos nosso querido e amado Botafogo a caminho da insolvência.
Angelo Antonio Seraphini - 04/08/2020 - Criador do blog
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-
Bom dia nação alvinegra.
O ex-nadador Claudio Abtibol e outros ex-atletas da natação e do polo-aquático, entre eles o ex-nadadores Eduardo Alijó Neto, neto do ex-presidente Paulo Azeredo, Valdir Mendes Ramos, Carlos Antonio Azevedo entre outros,  estão à frente do projeto SOS MOURISCO MAR, onde pretendem reativar as atividades não só da piscina olimpica como tambem de todo o complexo esportivo do Mourisco Mar fechado no início deste ano por problemas de vazamento da piscina olimpica. Vamos nos unir a eles para que esse patrimônio do Botafogo FR não continue nas condições em que ele se encontra no momento. Não podemos deixar que um patrimônio como esse que na época de sua inauguração foi considerada a piscina mais moderna da América do Sul, continue fechada e abandonada.













































Como era até o início desse ano



Assim está nesse momento

Angelo Antonio Seraphini 21/08/2020 - Criador do Blob
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

terça-feira, 17 de março de 2020

AEROMODELISMO



A história do aeromodelismo começou com Alphonse Penaud. Nascido na França, Penaud queria seguir carreira militar, mas foi atacado por reumatismo muscular e então obrigado a usar muletas. Começou então e estudar e resolver problemas relacionados a voos.


Em abril de 1870 ele inventa o motor a elástico com tiras retorcidas, que utilizava tiras elásticas para girar uma hélice e movimentar o aparelho. No início de 1871, Penaud construiu o primeiro modelo a elástico de uma série que denominou Planophore. Possuía uma hélice propulsora simples montada após “os estabilizadores automáticos” (como ele chamava a engrenagem). Este modelo voava muito bem e estabeleceu o desenho básico dos modelos atuais. Lembrando que isso foi ANTES da invenção do avião.

Penaud foi aclamado ao demonstrar o vôo do seu Planophore em agosto de 1871, em Paris, nos jardins de Tuileries para os membros da Sociedade Francesa de Navegação Aérea. Voou 60 metros de distância a 20 metros de altura em 13 segundos, sendo então o primeiro aeroplano que efetuou um voo livre estável. Os membros da Sociedade Francesa de Navegação Aérea afirmaram na época que Penaud foi o precursor das máquinas de voar.

O modelo, pronto para voar, pesava 16 gramas, sendo que cinco gramas eram devidos ao peso da borracha. Este modelo de Penaud, o “Planophore, foi a primeira máquina mais pesada que o ar, a voar com eficiência.

As Modalidades de Aeromodelos
As principais modalidades do aeromodelismo são:

VCC – Voo Circular Controlado, no qual o aeromodelo fica ligado ao aeromodelista por meio de cabos, que podem variar de 15 a 18 metros de comprimento. O aeromodelista faz então movimentos circulares e manobras através dos cabos.
Voo livre – Nessa modalidade, o aeromodelo, depois de lançado, não sofre mais nenhuma interferência por parte do aeromodelista. Pode ser aeromodelo com motor, com elástico ou sem propulsão própria.
Rádio controlado – O aeromodelo é controlado por meio de um transmissor de radiofrequências, das quais podem ser FM, AM, PCM para sistemas de rádio mais antigos porém ainda muito utilizados e para os sistemas mais modernos são utilizados sistema 2.4Ghz que são mais seguros não correndo risco de interferência.
Embora modalidades clássicas como o voo livre e o voo circular controlado ainda sejam praticadas por alguns admiradores, a grande maioria utiliza o rádio controlado aonde os aeromodelos são controlados por controle remoto possibilitando uma grande gama de opções de aviões, equipamentos e manobras.


Fonte: site aeromodelobrasil.com 

-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

Dentro de sua nova fase  de  expan são em todos os setores, o BOTAFOGO vem de convidar, para dirigir sua Secção de Aeromodelismo, nosso associado Haroldo F. da Silva Campos, um dedicado e entusiasta desse  desporto, que vem empolgando a juventude do mundo e que tem servido para que muitos de seus praticantes escolham como sua carreira, a Aeronáutica, quer no campo civil como  no militar.
Assim sendo, esperamos que os nossos associados prestigiem essa nossa iniciativa .
Contaremos,  além  de técnicos próprios, com a  mais estreita  colaboração da Associação Carioca de Aeromodelismo e da Associação Brasileira de Aeromodelismo, a quem nos filiaremos. Esperamos já no próximo número poder apresentar o nosso programa de trabalho, com detalhes das  principais finalidades do novo Departamento, assim como, o modo de seu funcionamento  dentro do nosso Departamento Técnico.

Fonte: Boletim Oficial do BFR nº 166 de setembro de 1960
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

Comunicações

Rio de Janeiro, 17 de Fevereiro de 1962

Assunto: Relatório de atividades em 1961 e previsões para 1962.

Sr. Presidente.

Inicialmente desejo em meu nome próprio e de todos os consócios da Seção de Aeromodelismo, apresentar nossos agradecimentos por todo o apoio moral e financeiro que recebemos da Diretoria do B. F. R. até a presente data e a certeza de tudo fazermos para continuar a merecê-lo.

Sucintamente relaciono abaixo os resultados obtidos por nossos atletas, nas competições externas, durante o ano de 1961:

JANEIRO. - "II Mil Voltas de Ibirapuera" -  S. Paulo - Comparecemos com uma equipe que foi eliminada (quebra do aparelho) nas provas eliminatórias.

ABRIL - Jogos Infantis - Jornal dos Sports - Prova planadores:
Campeão individual - Antonio Claudio Campos 
Campeões por equipe -Troféu "Ministério da Aeronáutica".

AGÔSTO  -  "I Mil Voltas da Guanabara" -  Prova Hobylandia - Rio

Nossas 3 equipes que concorreram obtiveram a seguinte classificação:

3o lugar - Equipe Tornado
5o lugar - Equipe Triangulo
Desclassificada - Equipe Relâmpago

CAMPEONATO CARIOCA - Obtivemos as seguintes classificações:

CLASSE INFANTIL:

Campeão - Antonio Claudio A. Campos, B. F. R. 31 pontos.
4o  lugar - Frederico Chavantes, B. F. R. 8 pontos.
6o  lugar- Thomas Badrian, B. F. R. 3 pontos. 

CLASSE JUVENIL:

5o  lugar - Paulo Guilherme Salvado, B. F. R. 8 pontos.
5o  lugar - Antonio Sergio M. Barros, B. F. R. 8 pontos
8o lugar - José Renato C. Paiva, B. F . R. 5 pontos.
8o  lugar - Carlos Alberto Braz, B. F. R. 5 pontos.

CLASSE LIVRE:

8o lugar - José Renato Paiva Cunha, B.F.R. 3 pontos.
11o lugar - Vicente de Souza Moreira, B.F.R. 5 pontos.

CAMPEONATO CARIOCA  1961 

Resultado final:

Por Clube - Classe Infantil

CAMPEÃO - B. F. R. 50 pts.
Vice-Campeão - A. C. A. 39 pts.

Classe Juvenil

Campeão - A. C. A. 147 pts.
Vice-Campeão -  B.F.R. 26 pts.

Classe Livre 

Campeão - A. C. A. 193 pts.
Vice-campeão -  B. F. R. 21 pts.

Por equipe:

Campeão -  Triangulo - B. F. R.  47 pontos
Vice-campeão - Equipe Nocaute  A. C. A.  42 pontos.
3o  lugar - Equipe Delta - A. C. A. 29 pontos
4o  lugar - Equipe Estrela Solitária – B.F.R. 5 pontos.

Pelo resumo acima, poderá V. S. aquilatar os bons resultados obtidos para um primeiro ano de competições externas, principalmente na parte Infantil, onde nossos atletas dominaram, conquistando para o nosso Glorioso além de grande repercussão promocional, situação de grande destaque no âmbito nacional.

Para 1962 - Previsões e datas das provas em que pretendemos concorrer:

ABRIL - 8 - "III Mil Voltas de Ibirapuera" - São Paulo.

18 - 22 - IV Campeonato Brasileiro - Rio.

JULHO - "III Campeonato Sul Americano" - S. Paulo.

Fevereiro-Dezembro - Nas provas de seleção das equipes cariocas.

Nessas equipes já vêm treinando com dedicação e muita fé em boas colocações, principalmente no Campeonato Brasileiro e posteriormente, no Sul Americano.

Antes de terminar este resumo, por justiça e baseado nos resultados e números de provas que competiu com sucesso, devo ressaltar e eleger como nosso Grande Campeão, o consócio Antonio Cláudio A. Campos; aos demais atletas, o nosso agradecimento pela grande parcela de suas contribuições para as colocações e destaque que objetivemos em 1961.

Com meus agradecimentos, subscrevo-me

Atenciosamente
Haroldo F. da Silva Campos

Prezado senhor

No dia 20 de Janeiro pp., organizada por nossa seção e com a supervisão da A.C.A. efetuamos a 1a prova interna, aberta aos demais clubes filiados á A. B. A.

Em homenagem inata e merecida, a prova foi patrocinada por nosso Presidente, Dr. Paulo Azeredo que gentilmente acedeu em ser o patrono da mesma, comparecendo pessoalmente, prestigiando assim, juntamente com seus familiares e Dr. Sergio Darcy, essa promoção nossa.

Foi um autêntico sucesso. Conseguimos paralelamente à prova fazermos diversas demonstrações de aeromodelos especiais, inclusive, contamos com a presença do bi-campeão Sul Americano em acrobacia, que demonstrou mais uma vez, os seus méritos.

Contamos com grande público que entusiasticamente, acompanhou até o seu final, toda a nossa festa que teve a cobertura total da revista "Manchete", "O Globo", TV-Rio e o Canal 100.

No final da prova, já com os refletores acesos. o Dr. Sergio Darcy, nosso vice-presidente em nome do Dr, Paulo Azeredo que retirou-se por compromissos inadiáveis entregou aos vencedores medalhas com a seguinte inscrição: "Prova Combate-AMA - Dr. Paulo A. Azevedo - BFR - 1962.

O resultado geral foi o seguinte:

Classe infantil:

Campeão -  Clovis Travassos Filho B.F.R.
2o  lugar - Robert Tompson B.F.R.
3o  lugar - Carlos A. Campos B.F.R.

Classe livre:

Campeão - Helio Rodrigues A.C.A.
2o  lugar - José Braga Junior A.C.A.
3o  lugar - Paulo Guilherme Salvado B.F.R

Além das medalhas, foram ofertados prêmios em material de aeromodelismo pelas casas Hobylandia e Botafogo Hoby Center.

Atenciosamente

Haroldo F. da Silva Campos

Fonte: Boletim Oficial do Botafogo no 185 de abril de 1962
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-


Glorificando maravilhoso trabalho nossas equipes de aeromodelismo vem de levantar o título máximo da cidade.

Num ano trabalhoso, além das conquistas nos campeonatos oficiais da cidade, nossos aeromodelistas foram os bi-campeões dos Jogos Infantis brilhando, intensamente, também nos campeonatos brasileiro e sul-americano, conquistando laureis nacionais e internacionais.

Dentre as grandes vitórias conseguidos pelo Botafogo nos diversos setores, incontestavelmente, o aeromodelismo, operando com as suas pequeninas, mas altaneiras águias, pela circunstância de ser um esporte praticado no ar, foi quem, orgulhosamente, elevou mais alto o glorioso pavilhão alvinegro em competições desportivas, cumprindo ainda, a útil finalidade, altamente educativa e cívica, do aeromodelismo para a nossa pátria, que é a de forjar, com a sua pratica, a mentalidade aeronáutica.

Contando com a valiosa ajuda do nosso dedicado consócio Dr. Carlos Joaquim de Castro Barbosa, o nosso Haroldo Felicíssimo da Silva Campos, tresdobrado nas funções de formidável diretor, grande técnico e notável mecânico, foi o incansável e zeloso comandante desta jornada.

Graças as magníficas atuações dos nossos denodados atletas Fabio, Claudio, Clovis, Wally, Francisco José, Christian, Antonio Carlos, Barrel, Maeda, Nick, Antero e José Renato, conseguimos este acervo de vitórias no esporte-ciência.

Os seus triunfos marcaram uma página resplandecente e inesquecível em nossa história.

Parabéns, a vocês nossos pujantes defensores, que completaram no Ar, as nossas retumbante vitórias conquistadas em Terra e no Mar.

ATLETAS LAUREADOS

CAMPEÕES DO RIO DE JANEIRO

Antero de Oliveira
Antonio Carlos Braz 
Antônio Cláudio de Azevedo Camos
Christian Kofoed Hausen
Clovis Azeredo Travassos
Fabio Crespi
Francisco Jose Domingues
José Renato Paiva Cunha
Matsuo Maeda
Nick Rogers
Roberto Martinez Borrel

CAMPEÕES JUVENIS

Àntônio Carlos Braz
Christian Kofoed Hansen
Francisco José Domingues
Wally Brandy Perkins

BI-CAMPEÕES INFANTIS

Antonio Cláudio de Azevedo Campos
Clóvis Azeredo Travassos
Fabio Crespi

Vice Campeões Livres

Antero de Oliveira
José Renato Paiva Cunha
Matsuo Maeda
Nick Rogers
Roberto Mastinez Borrel

CAMPEÕES INDIVIDUAIS JUVENIL DO VÔO CIRCULAR CONTROLADO -  ACROBACIA

Empatados

Fabio Crespi e Francisco José Domingues

CAMPEÃO INDIVIDUAL INFANTIL DO VÔO CIRCULAR - ACROBACIA

Antônio Cláudio da Silva Campos

CAMPEÃO INDIVIDUAL JUVENIL DO VÔO CIRCULAR CONTROLADO - CORRIDA DE CONJUNTOS (TEAM-RACING)

Wally Brady Perkins

CAMPEÃO INDIVIDUAL INFANTIL DO VÔO CIRCULAR CONTROLADO - CORRIDA DE CONJUNTOS (TEAM-RACING)

Fábío Crespi

VICE-CAMPEÃO INDIVIDUAL JUVENIL DO VÔO CIRCULAR CONTROLADO -  CORRIDA DE CONJUNTOS (TEAM-RACING)

Christian Kofoed Hansen

VICE-CAMPEÃO INDIVIDUAL INFANTIL DO VÔO CIRCULAR CONTROLADO - CORRIDA DE CONJUNTOS (TEAM-RACING)

Antônio Cláudio de Azevedo Campos

BI-CAMPEÕES DOS JOGOS INFANTÍS

Antônio Cláudio de Azevedo Campos
CarIos de Azevedo Campos
João Paulo Medina Barbosa

-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

TEMPORADA DE 1962

A nossa atuação nos campeonatos regionais foi a seguinte:

2a - PROVA - Vôo Circular Controlado - Corrida de Conjuntos (Tean-Racing)
Data: 11-3-62 - Iocal: A.C.A. - Regulamento F.A.I. - Classe única

1a - Colocada - Equipe: "Anglo Americana” - B.F.R. - Piloto: Nick Rogers – Mecânico Wally Brady Perkins 8m 44s -  Avião: "Papa Taças"
Motor: ETA 15 - Diesel.

2a -  Colocada - Equipe “Três Azes" - B.F.R. - Piloto: Fábio Crespi -  Mecânico: Roberto Borrel - 100 voltas em 8m 46s -  Avião: Tornado II - Motor: Super Tigre 620.

4a -  Colocada - Equipe: "Escabum-BumBá” - B.F.R. - Piloto: Clovis Azeredo Travassos - Mecânico: Christian Kofoed Hausen.

5a -  Colocada  - Equipe: “Triângulo” - B.F.R. - Piloto: Antônio Cláudio de Azevedo Campos -  Mecânico: José  Renato Paiva Cunha.

Contagem de Pontos

Individual:

1o Nick Rogers e Wally Brady Perkins – 13 pontos
3o Fabio Crespi e Roberto Martines e Borrel – 8 pontos
7o Antônio Cláudio de Azevedo Campos e José Renato Paiva Cunha – 2 pontos

Clubes:

1o  BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS - 52 pontos.

3a  PROVA -  Vôo Circular Controlado - Acrobacia - Data: 18-3-62. Local: A.C.A. - Regulamento: F.A.I. - Classe Infantil

1o  Colocado: Antônio Cláudio de Azevedo Campos - B.F.R. -
1o  Colocado: Fábio Crespi - B.F.R. -

Contagem de Pontos
1o Antonio Cláudio de Azevedo Campos – 13 pontos

Clubes:

1o  BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS - 13 pontos.

Classe Juvenil lndividual:

1o  Fábio Crespi - 13 pontos

Clubes:

1o  BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS - 13 pontos.

4a  PROVA - Vôo Circular Controlado - Acrobacia - Data: 13-5-62. Local: A.C.A.

Classe Juvenil

1o  Colocado: Francisco José Domingues

Classe Livre

2o  Colocado: Roberto Barrel -  5 pontos

Contagem de Pontos

Classe Juvenil -  Individual:

1o  Francisco José Domingues – 13  pontos

Clubes:

1o  BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS, 13 pontos

CIasse Livre - Individual:

3o  Roberto Borrel - 5 pontos

Clubes:

2o  BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS, 5 pontos.

5a - PROVA - Vôo Circular Controlado - Corrida de Conjuntos (Team-Racing)
- Data: 27-5-62 -  Local: ACA. - Regulamento: Classe única - F.A.I.

1a - Colocada - Equipe: “Três Azes" - B.F.R. - Piloto: Fábio Crespi - Mecânico: Matsuo Maeda - 100 voltas em 7m 57s - Avião: Tornado - Motor: Super Tigre 6-20.
 3a - Colocada - Equipe: "Escabum-BumBá” – B.F.R. - Piloto: Clovis Azeredo Travassos - Mecânico: Christian Kofoed Hansen.

Contagem de Pontos – Individual

1o -  Fábio Crespi e Matsuo Maeda – 13 pontos
5o -  Clóvis Azevedo Travassos e Christian Kofoed Hansen - 5 pontos

Clubes:

1o  BOTAFOGO DE FUTEBOL DE REGATAS, 36 pontos.

6a -  PROVA - Vôo Circular Controlado - Corrida de Conjunto (Team-Racing) - Data: 2-9-62. Local: A. C.A. -  Regulamento: F.A.I. - Classe única

2a -  Colocada - Equipe: “Triangulo” - B. F. R.- Piloto: Antonio Cláudio de Azevedo Campos - Mecânico: Roberto Martinez Barrel - 100 Voltas em 9m 52s 5/10 - Avião: "Papa Taças Wally” - Motor: Liber Streapk - 15 Diesel.
3a -  Colocada - Equipe: "Três Azes" -  B.F.R. - Piloto: Fábio Crespi- Mecânico: Matsazo Maeda - 70 voltas em 10m - Observação: Acidentou-se. 
4a - Colocada - Equipe: “Cometa” - B.F.R. - Piloto": Antônio Carlos Braz, Mecânico: Antero de Oliveira – 63 voltas em 10m - Observações: Acidentou-se.

Contagem de Pontos - Individual

3o -  Antônio Cláudio de Azevedo Campos e Roberto Barrel – 8 pontos
5o -  Fábio Crespí e Matsuo Maeda – 5 pontos
7o -  Antônio Carlos Braz e Antero de Oliveira - 3 pontos

Clubes:

1o  BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS, 32 pontos.

7a -  PROVA -  Vôo Circular Controlado - Corrida de Conjuntos (Team-Rancing) - Data: 16-9-62 - Local: A.CA. -  Regulamento: A.M.A. – Classe  Única
2a  Colocada -  Equipe: "Três Azes" - B.F.R. - Piloto: Fábio Crespi - Mecânico: Roberto Martinez Borrel e Matsuo Maeda.

Contagem de Pontos - Individual

4o  Fábio Crespi, Roberto Martinez Borrel, Matsuo Maeda - 8 pontos.

Clubes:

2o  BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS, 24 pontos

Contagem Geral

Classe infantil - Individual:

1o  Fábio Crespi - 47 pontos;
2o  Antônio Cláudio de Azevedo Campos, 23 pontos;
3o  Clóvis Azeredo Travassos, 8 pontos.

Classe Juvenil: 
1o  Wally Brandy Perckins, 13
1o  Francisco José Domingues, 13
5o Christian Kofoed Hausen, 8
7o Antonio Carlos Braz, 3

Classe Livre: 

3o Roberto Martinez Barrel, 29,
4o  Matsuo Maeda, 26;
7o   Nick Rogers, 13;
13o  Antero de Oliveira, 3;
14o  José Renato Paiva Cunha, 2.

Clubes: Classe Infantil.

1° Campeão - BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS, 73 pontos.

Classe Juvenil:

1o  Campeão: BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS, 37 pontos

Classe Livre:

2o  Vice-campeão: BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS, 73 pontos.

Resultado Final - Individual:

Vôo Circular Controlado - Acrobacia

Juvenil:

1o  Campeões (empatados)
Fábio Crespi e Francisco José Domingues - 13 pontos.

Infantil:

1o  Campeão - Antônio Cláudio de Azevedo Campos - 13 pontos.

Vôo Circular Controlado - Corrida de Conjunto (Team-Racing)

Juvenil:

1o  Campeão: Wally Brandy Perkins  - 13 pontos
2o Vice-Campeão – Christian  Kofoed Hansen - 8 pontos.

Infantil:

1o  Campeão: Fábio Crespi - 34 pontos.
2o  Vice-Campeão: Antônio Cláudio de Azevedo Campos - 10 pontos.

Clubes:

1o  Campeão: BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS -  188 pontos

Do boletim numero 5 de dezembro de 1962 da Associação Brasileira de Aeromodelismo extraímos o seguinte trecho:

“Estamos nos despedindo de 1962, ano de grandes realizações para o aeromodelismo brasileiro. Cada um dos clubes, de cada um dos Estados, por menor que seja, deu sua parcela de contribuição pelo desenvolvimento do aeromodelismo em nosso país. As células do aeromodelismo nacional são diversas. Assim como existem os grandes clubes, devidamente organizados e com personalidade jurídica, encontram-se, também, os pequenos núcleos, com vontade de progredir. Formado por jovens de um mesmo bairro, um mesmo colégio ou um mesmo clube social ou desportivo, esses grupos de aeromodelistas ampliam, consideravelmente, o raio de ação das entidades coordenadoras. Vimos, ainda em 1962, a penetração do esporte-ciência em grandes clubes brasileiros, de larga fama e tradição, principalmente na Guanabara, onde o Botafogo de Futebol e Regatas lidera esse setor”.


Fonte: Boletim Oficial do Botafogo no 195 de fevereiro de 1963